Lição de Vida

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009




Oiii! Olha só... uma amiga minha (muito chique, adorooo! rsrrs), a Gi, foi passar a lua de mel em Edimburgo, Escócia e tirou uma foto q tem tudo a ver com esse blog e com o assunto do post passado. Esse cãozinho, q virou estátua, ficou a espera por seu dono durante 14 anos!!!! Dá uma olhadinha na histórinha dele retirada da http://pt.wikipedia.org/wiki/Greyfriars_Bobby :

"Bobby era um cão que pertenceu ao escocês John Gray.

Gray era um jardineiro que ficou desempregado ao chegar em Edimburgo no início do século XIX e por isso se juntou a força policial local[1]. Como membro da guarda noturna (night watch), ele era obrigado a possuir um cão de guarda[2] e escolheu como companheiro um Skye Terrier que ele chamou de Bobby.

Após a morte de seu dono — enterrado no cemitério da Igreja Presbiteriana de Greyfriars, em Edimburgo, Escócia — Bobby ficou por 14 anos ao lado do túmulo de Gray, até sua própria morte em 1872. O cão está enterrado a quase 70 metros de seu dono, num pequeno pedaço de solo não consagrado (já que sendo um animal, não poderia ficar exatamente no cemitério), mas dentro dos portões da Igreja.

Foram muitas as tentativas de afastar Bobby (não eram permitidos animais no local), mas ele sempre voltava. O jardineiro responsável passou então a deixar comida e água disponíveis para ele e até mesmo o administrador do cemitério tentou abrigar Bobby quando o tempo ficava muito ruim — mas o fiel cãozinho uivava sem parar até ser solto e poder voltar à sua vigilia.

Quando Bobby se viu em maus lençóis — após a promulgação de uma lei que proibia cães sem registro na cidade — Sir William Chambers (então Lorde Provost - título dado ao chefe dos magistrados - de Edimburgo) pagou a licença e lhe comprou uma coleira e uma tigela de água (objetos que hoje estão no Museu de Edimburgo, antes conhecido como Huntly House).

Em 15 de novembro de 1873, uma fonte com uma estátua (esculpida por William Brody) em homenagem à devoção do pequeno Skye Terrier foi eregida pela Baronesa Angelia Georgina Burdett-Coutts; Bobby está na ponte George IV (entre Bank St. e Candlemaker Row) e é uma as atrações mais fotografadas de Edimburgo. E na Igreja, há um retrato de Bobby, pintado por John MacLeod em 1867 (quando o cãozinho ainda estava vivo). "

Agora pense, é ou não uma lição de vida? Não abandone!!! Eles não esquecem...

3 comentários:

high disse...

Adorei o post Fe, ficou muito legal e esse blog tem tudo a ver. Numa cidade um pouquinho mais afastada daki esta rolando uma exposicao falando sobre o abandono dos animais e colocaram uns cachorrinhos numas jaulas pra demonstrando asolidao deles e o povo idiota nao entende e querem acabar com a exposicao, aff.
Brigadao Fe! Saudades imensas!

Rosa Belli disse...

Fê, adorei a matéria! Uma cidade que faz uma estátua para um cão!!!
E nós aqui ainda tentando dizer às pessoas que eles têm sentimentos....O mundo muda bem devagar mesmo, né?
Beijos, Rosa

Elaine disse...

Olá!
Que delícia de estória!
Tem coisas que só mesmo um cãozinho fas por nós, mesmo que a gente não mereça!
Lindo blog; volto aqui!
Beijos e fique com Deus.

Related Posts with Thumbnails

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP